Sexta-feira, Julho 1, 2022
Google search engine
InícioFestivaisO 30º Curtas Vila do Conde 'que merecemos' está pronto

O 30º Curtas Vila do Conde ‘que merecemos’ está pronto

O Curtas está aí. Ou quase. De 9 a 17 de Julho decorre a 30ª edição do festival internacional de curtas metragens na cidade de Vila do Conde.

Pontos fortes? Muitos. Desde logo, pelos nomes de cineastas que a programação revela. Teremos de falar, claro, de João Pedro Rodrigues, cujo filme Fogo Fátuo, que concorreu em Maio passado na Quinzena dos Realizadores em Cannes, será o filme de encerramento, inserido no programa da Curta à Longa. Neste secção insere-se ainda Ahed’s Knee, do cineasta de Israel, Nadav Lapid (Sinónimos).

Na competição nacional, seguramente a mais importante do certame, destacamos alguns nomes importantes, como o de João Gonzalez, com o seu Ice Merchants, recebeu um prémio em Cannes, na Semana da Crítica. Também Carlos Lobo, com Aos Dezasseis, igualmente com passagem pela Berlinale; Sandro Aguilar apresentará ainda O Teu Peso em Ouro, ao passo que a dupla David Doutel e Vasco Sá, representa Garrano, tal como Aurélie Oliveira Pernet mostrará As Sacrificadas.

Já no concurso internacional teremos outros virtuosos, como o caso de Tsai Ming-Linag, de Taiwan, com The Night, o romeno Radu Jude (The Potemkinists), Yann Gonzalez (Hideous), entre outros.

A organização explica, em comunicado que este será um “festival de cinema puro’, por incluir e acolher ‘todas as visões, géneros, formatos e cinematografias’ são bem acolhidas. Ainda as competições Experimental, Curtinhas (com filmes para crianças) e Take One! (filmes de escola), My Generation filmes escolhidos por adolescentes), que a partir de inscrições de filmes recentes de todo o mundo, compõem um panorama da criação contemporânea deste formato até 60 minutos; Da Curta à Longa (novos filmes e longas-metragens de realizadores que progrediram da curta para filmes de duração mais convencional); Stereo (programa paralelo que inclui uma série de eventos culturais onde o cinema é complementado pela música, como filmes-concerto ou performances); In Focus e New Voices, programas monográficos dedicados à obra de um autor, já consagrado ou em plena fase de afirmação; Cinema Revisitado, um novo olhar sobre a história do cinema; e os Panoramas Português e Europeu.”

Paulo Portugal
Paulo Portugal
Insider Cinema, festivais, entrevistas e críticas. E algo mais.
RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine

Most Popular

Recent Comments