Fevereiro 21, 2020
insider

Gauguin no Taiti – O Paraíso Perdido: à procura da beleza e a sublimação da cor

Paul Gauguin (French, 1848 - 1903), Te Pape Nave Nave (Delectable Waters), 1898, oil on canvas, Collection of Mr. and Mrs. Paul Mellon 1973.68.2

Tal como Paul Gauguin, também nós embarcamos nesta viagem mitológica e sumptuosa até às Ilhas Marquesas, na Polinésia Francesa. É aí que contactamos com as paisagens que seduziram o pintor, os lugares que pisou e a beleza dos corpos bronzeados que o ajudaram a recuperar uma nova paleta cromática e novas formas de beleza.

 

Dirigido pelo italiano Claudio Poli, e narrado por Adriano Giannini, Gauguin no Taiti – O Paraíso Perdido acompanha o período da carreira do pintor pós impressionista, em particular após trocar Marselha pelo Pacífico, em 1891, deixando para trás uma vida abastada, a família e os seus cinco filhos, em busca da essência da arte, mas também da vida, ainda que só postumamente seria reconhecido como um dos melhore pintores da modernidade.

Paul Gauguin (French, 1848 – 1903), Breton Girls Dancing, Pont-Aven, 1888, oil on canvas, Collection of Mr. and Mrs. Paul Mellon 1983.1.19

Foi na total imersão na natureza que encontrou uma alternativa à atitude estética da altura, bem como ao colonialismo reinante, recuperando uma pureza da cor, mas também de sentimentos. O documentário é servido por uma belíssima fotografia que procura rimar com a gama cromática dos seus quadros presentes em museus como o Metropolitan de Nova Iorque, o museu de Chicago e de Boston, mas também por galerias de Paris, na Bretanha ou na Escócia, onde grande parte das suas obras primas são preservadas.

O filme está integrado na segunda temporada de A Grande Arte no Cinema é produzido pela 3D Produzioni e pela Nexo Digital, sendo distribuído em Portugal pela Risi Film com o apoio da Intesa Sanpaolo e promovido pela Festa do Cinema Italiano. Pode ser visto desde do dia 4 de fevereiro até ao próximo dia 11 em diversas cidades do país.

 

UCI El Corte Inglés (Lisboa) e Arrábida (Vila Nova de Gaia)

4 fevereiro – terça 21h30
5 fevereiro – quarta 19h00
6 fevereiro – quinta 14h00

O Cinema da Villa (Cascais)
7, 8 e 9 janeiro – 16h30

Castello Lopes Cinema (Shopping Guimarães)

9 janeiro – 19h00

Cinemax (Penafiel)
9, 10 e 11 janeiro – 19h30

Sobre Paulo Portugal 840 artigos
Insider Cinema, festivais, entrevistas e críticas. E algo mais.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*


Google Analytics