Novembro 21, 2019
insider

DocLisboa: ‘Viveiro’, de Pedro Filipe Marques, e ‘Santikhiri Sonata’, do tailandês Thunska Pansittivorakul foram os vencedores

Cíntia Gil

Joana Gusmão, Joana de Sousa e Miguel Ribeiro asseguram a nova direção do DocLisboa

Na noite de apresentação do novo filme de João Nicolau, Technoboss, com estreia marcada para o próximo dia 7, ficaram a conhecer-se também os premiados do DocLisboa ’19. Assim, o júri internacional escolheu o filme tailandês ‘Santikhiri Sonata’, de Thunska Pansittivorakul como o melhor da competição, distinguindo um registo que mistura as feridas do passado e a memória como narrativa de uma fábula.

No plano nacional, o júri da competição lusa premiou o trabalho de Pedro Filipe Marques, Viveiro, centrando-se no quotidiano de uma equipa de futebol distrital, em Arcozelo.

Os filmes vencedores poderão ser vistos nas sessões especiais no cinema Ideal –  às 18h e 22h, até quarta-feira, dia 30.

 

Palmarés

Competição Internacional

Grande Prémio: Santikhiri Sonata, de Thunska Pansittivorakul

Prémio SPA: Ne croyez surtout pas que je hurle, de Frank Beauvais

Menção especial: Um Filme de Verão, de Jo Serfaty

Competição Portuguesa

Melhor Filme: Viveiro, de Pedro Filipe Marques

Prémio do júri McFly SPF: Cerro dos Pios, de Miguel de Jesus

Prémio Escolas: Três Perdidos Fazem um Encontrado, de Atsushi Kuwayama

Verdes Anos

Melhor Filme: A Family Tale, de Natalia Ciepiel

Prémio especial do júri: The Rex Will Sail In, de Josip Lukic

Prémio Pedro Fortes para melhor filme português: Rio Torto, de Mário Veloso

Prémios transversais

Prémio Fernando Lopes para melhor primeiro filme: Rio Torto de Mário Veloso

Prémio Revelação / Primeira Longa-Metragem: Serpentário, de Carlos Conceição

Prémio Curta-Metragem: Tribute to Judas, de Manel Raga Raga

Sobre Paulo Portugal 809 artigos
Insider Cinema, festivais, entrevistas e críticas. E algo mais.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*


Google Analytics