Outubro 16, 2018

Cannes: João Salaviza vence o prémio do júri na secção Un Certain Regard

O cinema português foi uma vez mais premiado nesta 71ª edição do festival de Cannes. Depois de Diamantino vencer a Semana da Crítica, eis que o filme de João Salaviza, co-realizado com a sua mulher Renée Nader Messora, Chuva é Cantoria na Aldeia dos Mortos, recebeu o Prémio do Júri na secção Un Certain Regard.

Trata-se de um trabalho sobre a realidade da tribo dos indígenas Krahô, no estado de Ticantins, a mil quilómetros de Brasília. Um projeto que iniciou em 2009, quando Renée conheceu essa tribo Krahô e captou o som dos cantos fúnebres de um dos líderes. Entretanto, após a rodagem de Montanha, em que Renée foi assistente de realização de Salaviza, os dois decidiram avançar para um projeto que não se esgotou com a concretização deste filme.

O júri presidido por Benicio Del Toro distinguiu ainda com o prémio principal Un certain Regard, Border, de Ali Abbasi.

 

Prémio Un Certain Regard

GRÄNS (BORDER) by Ali ABBASI

Melhor Argumento

SOFIA by Meryem BENM’BAREK
Melhor Interpretação

Victor POLSTER em GIRL por Lukas DHONT
Melhor Realizador

Sergei LOZNITSA para DONBASS
Prémio Especial do Júri

CHUVA É CANTORIA NA ALDEIA DOS MORTOS
(The Dead and the Others)

de  João SALAVIZA e Renée NADER MESSORA

 

Sobre Paulo Portugal 673 artigos
Insider Cinema, festivais, entrevistas e críticas. E algo mais.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*


Google Analytics