Globos de Ouro: ‘A Forma da Água’ e ‘The Post’ são favoritos

A Forma da Água

Globos de Ouro: todos os nomeados e quem irá ganhar e quem merece ganhar

É assim todos os anos. Com as nomeações dos Globos de Ouro clarifica-se a lista dos grandes filmes do ano, nas categorias de Drama e Comédia e Musical, de acordo com as preferências da imprensa estrangeira sediada em Hollywood. E, por conseguinte, os candidatos mais fortes aos Óscares.

 

DRAMA

Chama-me Pelo Teu Nome
Dunkirk
The Post
A Forma da Água
Três Cartazes à Beira da Estrada

Vai ganhar: A Forma da Água

Deveria Ganhar: Chama-me Pelo Teu Nome

Com sete nomeações, A Forma da Água, de Guillermo del Toro, leva dianteira, apesar das seis de The Post o colocaram igualmente na pool dos favoritos. Desde logo pela direção de Steven Spielberg e um cast onde pontificam os nomes de Meryl Streep e Tom Hanks. Ainda assim, e apesar de The Post ser um filme tremendo, ficava bem o Globo a Chama-me Pelo Teu Nome. Até porque nos Óscares The Post continuará s ser o favorito.  

 

COMÉDIA OU MUSICAL

Um Desastre de Artista
Foge
O Grande Showman
Eu, Tonya
Lady Bird

Vai ganhar: Foge

Deveria ganhar: Um Desastre de Artista

Lady Bird concorre aqui por fora, já que eventualmente acabará por integrar a lista aos Óscares de Melhor Filme. No entanto, aqui os pesos pesados são mesmo Foge e Um Desastre de Artista.

ATRIZ DRAMA

Jessica Chastain, Jogo da Alta Roda
Sally Hawkins, A Forma da Água
Frances McDormand, Três Cartazes à Beira da Estrada
Meryl Streep, The Post
Michelle Williams, Todo o Dinheiro do Mundo

Vai ganhar/deveria ganhar: Frances McDormand

Sally Hawkins seria a grande rival, se bem que a mera presença de Meryl Streep seja o suficiente para intimidar. No entanto, este é o ano de McDormand, avassaladora em Três Cartazes à Beira da Estrada a assumir-se como uma mulher de força e armas, num acutilante registo entre o cómico e o seriamente profundo.

ATOR DRAMA

Timothée Chalamet, Chama-me Pelo Teu Nome
Daniel Day-Lewis, Phantom Thread
Tom Hanks, The Post
Gary Oldman, A Hora Mais Negra
Denzel Washington, Roman J. Israel, Esq.

Irá Ganhar/Deverá ganhar: Gary Oldman

Mesmo junto a pesos pesados como Daniel-Day Lewis, Tom Hanks e Denzel Washington, a impressionante composição de Gary Oldman, como Churchill, irá revelar-se superior a todas as outras. Quem fica também a perder é a revelação chamada Chalamet no sensacional Chama-me Pelo Teu Nome.

ATRIZ COMÉDIA OU MUSICAL

Judi Dench, Victoria & Abdul
Helen Mirren, The Leisure Seeker
Margot Robbie, Eu, Tonya
Saoirse Ronan, Lady Bird
Emma Stone, Battle of the Sexes

Vai ganhar: Margot Robbie

Deveria ganhar: Saoirse Ronan

Ronan é tremenda em Lady Bird, embora Margot Robbie capte o humor mordaz de Eu, Tonya, a patinadora caída em desgraça Tonya Harding, algo que se pode revelar mais adequado ao prémio.

ATOR COMÉDIA OU MUSICAL

Steve Carell, Battle of the Sexes
Ansel Elgort, Baby Driver
James Franco, Um Desastre de Artista
Hugh Jackman, O Grande Showman
Daniel Kaluuya, Foge

Vai ganhar: Daniel Kaluuya

Deveria ganhar: James Franco

Kaluuya conquistou meio mundo com a sua prestação no racialmente incorreto Foge, embora Franco capta com inegável realismo todos os tiques de Tommy Wiseau, em The Room. Em época de afirmação de valores de multiculturalismo, essa escolha só ficará bem. Ainda assim, a sua prestação é bem mais discreta do que a composição integral de Franco.

ATRIZ SECUNDÁRIA 

Mary J. Blige, Mudbound
Hong Chau, Pequena Grande Vida
Allison Janney, Eu, Tonya
Laurie Metcalf, Lady Bird
Octavia Spencer, A Forma da Água

Vai ganhar: Laurie Metcalf

Deveria ganhar: Allison Janney

Categoria sempre complexa, já que normalmente os valores abundam. Aqui não é diferente. No caso, com dois papéis de mães, Metcalf em Lady Bird e Janney em Eu, Tonya a dominar claramente. Apesar da coreana Hong Chau merecer uma referência em Pequena Grande Vida (Downsizing), de Alexander Payne. Ainda assim Metcalf como a obstinada, fumadora e abusiva mãe sobrepõe-se à favorita Metcalf.

ATOR SECUNDÁRIO

Willem Dafoe, The Florida Project
Armie Hammer, Chama-me Pelo Teu Nome
Richard Jenkins, A Forma da Água
Christopher Plummer, Todo o Dinheiro do Mundo
Sam Rockwell, Três Cartazes à Beira da Água

Vai ganhar: Willem Dafoe

Deveria ganhar: Sam Rockwell

É claro que várias condicionantes poderão ajudar Christopher Plummer nas suas onze horas de trabalho, em que substituiu Kevin Spacey, a ganhar o prémio. Apesar de não termos visto o filme, adivinha-se uma postura à dimensão de Plummer (tal como seria de Spacey) e do próprio projeto. Ainda assim, seria muito injusto ignorar o papel de Dafoe, possivelmente favorito, e sobretudo de Rockwell, verdadeiramente incendiário.

Sobre Paulo Portugal 494 artigos

Insider

Cinema, festivais, entrevistas e críticas.
E algo mais.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*