Outubro 21, 2020

Curtas 25 Anos: Carta Branca para outras tantas homenagens

Rui Tendinha apresenta Petit Tailleur, de Louis Garrel

Há o livro “Curtas Vila do Conde: 25 Anos, 25 Histórias” e há as curtas propriamente ditas, no fundo os filmes que cada uma das personalidades do cinema com história no Curtas escolheram para ilustrar a sua própria experiência pessoal no festival. É, por assim dizer, uma secção à parte que nos permite viajar pelo passado e pelos heróis de cada um.

Oportunidade para descobrir ou rever filmes como Frankenweenie, de Tim Burton (1984) (escolha do jornalista José Miguel Gaspar), de L´Étoile de Mer, de Man Ray (1928), pelo diretor de fotografia Rui Poças, 31, de Miguel Gomes (2001), por Marcos Cruz, ou Le Ventre de L’Amérique, de Luc Moullet (1996), por Miguel Gomes. Mas há mais: o crítico João Lopes escolheu De L’Origine du XXIe Siècle, de Jean-Luc Godard (2000), Francisco Ferreira, optou por A Caça, de Manoel de Oliveira (1964), José Vieira Mendes, por Parabéns, de João Pedro Rodrigues (1997) e Rui Pedro Tendinha Petit Tailleur, de Louis Garrel (2010), entre tantos outros. O colar de pérolas ideal para celebrar estas bodas do Curtas.

Sobre Paulo Portugal 874 artigos
Insider Cinema, festivais, entrevistas e críticas. E algo mais.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*


Google Analytics