Outubro 29, 2020

KVIFF: americano Keep the Change vence prémio FIRESCI

Keep the Change, de Rachel Israel

Acabam de ser revelados os prémios do júri estatutário do 52ª Festival de Karlovy Vary. A crítica internacional (FIPRESCI) elegeu a comédia romântica americana Keep the Change, de Rachel Israel, presente na Selecção Oficial, sobre o improvável romance entre um casal suavemente autista. O júri considerou-o “um filme ternurento com uma narrativa simples, embora movido por emoções complexas”, considerando ainda que “Rachel Israel criou um trabalho que é ao mesmo tempo inclusivo, fresco e irresistível”.

The Cakemaker

Já o júri ecuménico selecionou o filme israelita e alemão The Cakemaker, de Ofir Raul Graizer, também na Seleção Oficial, sobre uma tentativa de unir duas culturas com clivagens através do deslumbramento dos sabores. “A partir de um ponto de vista sensível, o filme apresenta uma viagem de tolerância e a procura do amor”, descreveu o júri.

O júri FEDEORA, a Federação de Críticos da Europa e Mediterrâneo atribuiu o prémio ao filme da seção competitiva East of West, Mariţa, de Cristi Iftime, “pela simplicidade na realização desta primeira obra, focada no dia-a-dia familiar”. O júri considerou ainda uma menção honrosa ao filme turco Blue Silence, de Bülent Öztürk.

Por fim, o júri Europa Cinemas Label award concedeu o galardão ao filme Men Don’t Cry (co-produção entre a Bósnia, Herzegovina, Eslovénia, Croácia e Alemanha), assinado por Alen Drljević, salientando “o valor do perdão não só dos outros mas também de nós próprios, por ações passadas na Europa”.

Sobre Paulo Portugal 874 artigos
Insider Cinema, festivais, entrevistas e críticas. E algo mais.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*


Google Analytics