Janeiro 21, 2020
insider

Competição Internacional Curtas 2: ousadia em pequeno formato

Cipka

Da realizadora Renata Gąsiorowska somos levados de forma cómica para este mundo animado de Cipka (Pussy), que já passou um pouco por todo o mundo e pelos mais diversos festivais, ganhando alguns prémios, como o de melhor animação no Munich International Festival of Film Schools em 2016. A tentativa de obter prazer sozinha que é interrompida por trivialidades como uma chamada ou o barulho. Uma revolta interior que leva uma vagina a fugir em procura de prazer, do clímax absoluto, e do melhor orgasmo que já teve.

Uma curta metragem sobre o prazer e a normalização da masturbação feminina. A libertação da sexualidade e sensualidade em toda a sua delicadeza e esplendor, em 9 minutos de animação.

Hot Winter: A Film by Dick Pierre

Pornografia. Aquecimento global. A prova como ambos se podem misturar para criar algo que não só é um alerta consciente para quem vê esta curta metragem, como também um chamariz de risos durante os seus 18 minutos. Todas as cenas explícitas foram retiradas, somos guiados pelos acontecimentos com muita sexualização e um diálogo de fazer corar, pelo seu aspeto simples e direto, e pela sua subtileza física. Jack Henry Robbins é o realizador desta pornográfica e informativa curta metragem que esteve nomeada para o grande prémio de curta metragem no Festival de Sundance.

A história de como o Dr Manly, um bodybuilder cientista, descobre a cura para a constipação e a existência do aquecimento global. Enfrenta uma empresa maligna, uma tentativa de assassino e ainda atrações físicas a fazerem lembrar um íman. Uma história mirabolante que culmina no salvamento do mundo.

Find Fix Finish

Mila Zhluktenko e Sylvain Cruiziat juntam-se para nos trazer este curto documentário sobre as emoções e reações de pilotos de drones militares, e algumas das suas operações clandestinas de espionagem.

O sentimento vai desaparecendo. Aquilo que visualizam tornam-se apenas puras imagens num ecrã. Um simples toque num botão e uma pessoa está morta. É difícil lidarem com isto. Observam o dia a dia das pessoas, desde um casal a fazer amor como um alvo a entrar numa lavandaria, como um Big Brother à 1984 numa versão moderna. Qualquer contacto com um dos alvos, torna a pessoa também um alvo, mesmo que o único contacto tenha sido estar no mesmo sítio, à mesma hora. Uma curta metragem sobre o terror e o pior lado da tecnologia, o controlo assustador que existe nos dias de hoje a lembrar uma distopia.

Dekalb Elementary

Na américa há um grande número de tiroteios em escolas. Esta é uma curta metragem inspirada numa história real, um relato através de uma chamada de emergência. Mas numa peculiar. Uma que possui mais sentimento e um final feliz do que é habitual. Realizada por Reed Van Dyk, a história de um jovem armado que invade uma escola básica.

Não pretende fazer mal a ninguém, e à medida que o tempo se desenrola e a polícia se organiza, ele vai criando uma ligação com uma das suas reféns. É também uma chamada de atenção às doenças mentais e à pouca atenção que se dá às mesmas.

Uma curta metragem que tem sido premiada em vários Festivais, desde o Festival de Sundance ao Festival de Cinema de Annapolis.

And So We Put Goldfish in the Pool

Do realizador Makoto Nahahisa um filme sobre o tudo e o nada, e a curta vencedora de 2017, no Festival de Sundance. Sobre as eventualidades ocasionais que ocorrem na vida, as aborrecidas e as surpreendentes. Sobre o que queremos para nós numa altura em que somos jovens e nem sabemos bem se é isso que queremos. Sobre a ingenuidade adolescente. Sobre os desejos que guardamos para nós por achar que ninguém os vai compreender. As paixões mais badaladas, e as emoções à flor da pele.

Uma curta metragem inspirada numa história real em que 400 peixes dourados foram encontradas na piscina de uma escola em Saitama, e das quatro raparigas de 15 anos que lhes deram essa liberdade. Com a junção de paixões secretas, ídolos pop, karaoke até a voz não dar mais, amizade, e uma cidade da qual queremos sair, mas que nos prende como se não existisse algo mais para lá dela. Os sonhos e o quebrar regras que anda lado a lado com a adolescência.

Para deleite dos nossos leitores, a curta metragem já anda pelo youtube

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*


Google Analytics