Agosto 18, 2019
insider

Netflix entra em colisão com Cannes

Okja (2017) Lily Collins

O Festival de Cannes deparou-se com a situação, algo insólita, de perceber que dois dos filmes selecionados para a competição para a Palma de Ouro não serão exibidos em sala. Pelo menos, é essa a posição da Netflix, produtora maioritária de Okja, do sul coreano Boon Joo-Ho (o mesmo de Snowpiercer – Expresso do Amanhã), e de The Meyerowitz Stories, do americano Noah Baumbach, com Adam Sandler e Ben Stiller.

Diante esta situação algo embaraçosa, o Festival de Cannes emitiu, esta quarta-feira, dia 10 de maio, um comunicado oficial em que anuncia essa decisão da produtora, que faz assim história no festival mais importante do mundo.

Como resposta a esse precedente, o festival decidiu implementar uma medida que visa adaptar-se ao crescimento das produções de streaming, anunciando que os filmes selecionados para competição teriam de ter assegurada a distribuição em salas de cinema em França. Essa decisão entrará em vigor a partir da 71ª edição, em 2018, em diante.

Registe-se que a Netflix é um operador de cinema que aposta na divulgação em streaming online antes da exibição em sala.

Sobre Paulo Portugal 776 artigos
Insider Cinema, festivais, entrevistas e críticas. E algo mais.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*


Google Analytics