Novembro 23, 2019
insider

Paul Vecchiali inventa o pulp fiction político pornográfico

Não Mudes de Mão/Change Pas de Main (1975)

O cinema de Paul Vecchiali é o evento IndieLisboa 2017. Depois do inesperado estatuto de culto alcançado com Femmes Femmes (1974), estre ‘franco-atirador do cinema francês leva o seu lado mais insólito e arrojado, mas também profundamente arrebatador, ao bas fond da pornografia em Change Pas de Main.

É neste espaço de liberdade que assume o lado mais cru e explícito do sexo dentro de uma narrativa abertamente pulp e referencial, devidamente assinalada pelos diálogos antológicos de Noel Simsolo, de  um contorno político inesperadamente atual – ele que também assinara o anterior Femmes Femmes, um filme com uma ligação orgânica a este, com Hélène Surgère a regressar agora ao lado de uma Myriam Mézières, de gabardine e pistola na mão à Bogart, numa investigação que atravessa a película a p/b de um filme porno, à la Blow Up.

Mais relevante que rigorosa, a narrativa vive paredes meias com um lado quase risível, se bem que profundamente ancorado no cinema de descoberta, sobretudo quando faz o filme dentro do filme e explora o género X ainda antes de existir como tal. É aqui, nesta procura sem rodeios, que Vecchiali ganha uma relevância única. E com a curiosidade de incluir em pano de fundo o conflito da Argélia e a organização terrorista OAS empenhada em combater a supremacia francesa local. Muito atual, Sr. Vecchiali.

****

Sobre Paulo Portugal 811 artigos
Insider Cinema, festivais, entrevistas e críticas. E algo mais.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*


Google Analytics