Dezembro 7, 2019
insider

Mais de 30 mil portugueses já viram São Jorge

Há um mês nas salas de cinema, é já o quarto filme nacional mais visto nos últimos dois anos

São Jorge foi o filme nacional mais visto em Portugal, nos primeiros três meses do ano. Com 33 845 espectadores e uma receita bruta de cerca de 180 mil euros, segundo dados do ICA – Instituto do Cinema e do Audiovisual, a longa-metragem de Marco Martins bateu a concorrência de outros 10 filmes, todos estreados em 2017.

Apesar de a estreia deste filme ter acontecido apenas a 9 de março, certo é que a adesão do público superou, mesmo assim, alguns filmes estreados em janeiro, como Zeus, de Paulo Filipe Monteiro, com quase 6900 espectadores, ou A Morte de Luís XIV, de Albert Serra, que no primeiro trimestre do ano não conseguiu atingir o patamar das 4 mil assistências. Malapata, de Diogo Morgado, é outro exemplo de sucesso, já que depois da estreia, a 16 de março, conseguiu fechar o mês com 14 244 espectadores, e ocupa, dessa forma, o segundo lugar do ranking em 2017.

E por falar em ranking, São Jorge já é mesmo o 4.º filme nacional mais visto, desde 2015. À frente, apenas O Leão da Estrela (2015), com 180 mil espectadores, A Canção de Lisboa (2016), com 187 mil espectadores, e O Pátio das Cantigas (2015), com mais de 600 mil espectadores, e uma receita bruta superior a 3 milhões de euros.

Além de todos estes fatores, Marco Martins tinha já outros motivos para sorrir, uma vez que Nuno Lopes, que encarna a personagem principal da narrativa, arrecadou o Prémio Orizzonti para melhor ator, no Festival de Veneza, em setembro.

Baseado na vida de Jorge (Nuno Lopes), um pugilista desempregado, sem dinheiro para pagar as dívidas, e que por esse motivo está prestes a perder a mulher e o filho, São Jorge mistura ficção, por um lado, e documentário, por outro, e remete-nos para a grave crise económica que se instalou em Portugal, nos últimos anos, e à intervenção da troika no resgate financeiro ao país.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*


Google Analytics