Outubro 21, 2020

Berlinale: On Body and Soul vence prémio ecuménico e FIPRESCI

O filme húngaro On Body and Soul, o sexto da cineasta com Ildikó Enyedi, também com trabalho comprovado na arte conceptual, arrebatou ambos os prémios ecuménicos, que sempre antecedem os prémios oficiais da Berlinale. Não só venceu o prémio ecuménico, como foi ainda o preferido pelo júri da FIPRESCI (federação Internacional de Críticos de Cinema), e da qual também fazemos parte. Por isso, também do ponto de vista pessoal, vinga o nosso filme preferido desta 67ª edição do Festival de Berlim.

Foi isto o que escrevemos logo no primeiro dia da competição:

“Parece haver mais do que um filme em On Body and Soul, a bela surpresa da cineasta húngara Ildikó Enyedi que nos intriga, surpreende e deslumbra com a mais insólita história de amor que recordamos, aqui paredes meias com a dignidade animal. Talvez a sua formação em arte e media conceptual tenha ajudado à montagem complexa, mas ao mesmo tempo fluida desta história que aflora diferentes narrativas. É um filme feito de pequenos gestos, olhares, mas também uma comunicação onde o onírico se cruza com a realidade da forma mais inesperada e um romance acontece num mundo quase virtual. Tudo isto num meticuloso trabalho de composição e trabalho de câmara. Podemos estar no início do festival, mas este ‘corpo e alma’ fica já pré-selecionado para prémios.

Com a protagonista e a tradutora depois da nossa entrevista em Berlim.

Berlim: On Body and Soul – no sonho tudo é perfeito

 

 

Sobre Paulo Portugal 874 artigos
Insider Cinema, festivais, entrevistas e críticas. E algo mais.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*


Google Analytics